Os empreendedores e gestores vivem um momento extremamente delicado e desafiador, onde um simples deslize ou perda de foco pode colocar todo seu resultado a perder. Na maratona diária de ter que lidar como uma enorme camada de desafios, o ambiente de negócios exige que eles estejam extremamente preparados para obter o máximo de seus resultados, tendo que motivar pessoas para realizarem mais, com menos, mais rápido, com melhor qualidade, além de ter que gerenciar todos os riscos envolvidos nas operações e ainda assim garantir a satisfação de seus clientes. A realidade exige que os empreendedores e gestores se dediquem na busca de alternativas e ferramentas para gerar a automotivação e o engajamento das pessoas, direcionando os pensamentos e energia para ás variáveis que realmente podem modificar os resultados da empresa e assim garantir que toda a organização caminhe na direção desejada.

Pensando dessa forma o grande desafio é o aprimoramento contínuo de sua capacidade de gestão, e não apenas aplicação de ações pontuais em dificuldades encontradas, mas sim uma visão abrangente do negócio e das pessoas como instrumentos de busca de resultados, independente se você é o produto do seu resultado em uma empresa pequena ou em uma organização onde há um conjunto de pessoas na busca de resultados, a forma que você trabalha a estratégia continuamente em seus pilares de empreendedorismo, planejamento, análise de resultados, sustentabilidade econômica, conhecimento de produto e serviços, vendas, marketing e principalmente como você faz com que as pessoas utilizem todo seu potencial são os aspectos que modificarão o resultado do seu negócio.

Desta forma, aplicar um ciclo integrado de Gestão faz toda a diferença em seu negócio, conectando as pessoas com os aspectos essenciais do negócio, construindo um pensamento estratégico sólido envolvendo o potencial humano na transformação, em cada uma de suas etapas:

  • Construção da Estratégia: Estabelecimento do alvo maior a ser perseguido pela empresa visando seu desenvolvimento presente e futuro, esse tem o papel de ser a bússola direcionadora para as Lideranças e suas equipes, permitindo assim maior assertiva na jornada de busca dos objetivos.

 

  • Compreensão da Cultura Organizacional: Entender como a cultura das pessoas em sua organização se comporta e principalmente seus reflexos na dinâmica empresarial, padrões de comunicação, relacionamento, engajamento, planejamento, qualidade e processos entre outras variáveis que definem como seu ambiente responde frente aos desafios.

 

  • Estimulo e Direcionamento das Lideranças: Alinhar as competências e comportamentos essenciais para as Lideranças e equipes e acordar os melhores caminhos através de planos de trabalhos com objetivos e metas que estimulam a superação e obtenção de resultados.

 

  • Capacitação das Pessoas: Criar e praticar conceitos e técnicas relacionados às necessidades da empresa, relacionando-as com o dia a dia de trabalho e o desenvolvimento prático através do encorajamento, empoderamento e engajamento.

 

  • Gestão e Resultados: Medir os resultados obtidos dentro do mapa de desafios, alinhar seu foco e esforços com a estratégia da empresa, compreensão sobre os aprendizados adquiridos a cada desafio ou dificuldade superada, ganhos efetivos da organização a cada ciclo de gestão.

Espero que tenham gostado das nossas dicas, acompanhe nosso blog vamos trabalhar a aplicação desse tema e outras matérias relacionadas em nossos próximos posts.

 

A equipe MARKARH agradece.

Marcio Bissoli – Consultor de Recursos Humanos

Share This